A Política Clubística É Válida!

A Política Clubística É Válida!25/01/2009

Ontem à noite, ao jantar com um grupo de amigos, fui questionado por um gremista por que motivos eu participava de um grupo político gremista, pois, segundo esse meu fraterno amigo, sócio patrimonial do Grêmio, a política em um clube de futebol representaria o que existiria de pior, lado a lado com os empresários/procuradores de jogadores, é claro.

 

O que para alguns poderia ser uma perda de tempo tentar explicar a importância de uma participação política e ativa no nosso Clube de Coração, para mim foi gratificante.

 

Infelizmente, para a média do associado gremista, o importante é apenas o resultado de campo, principalmente ganhando títulos e abrindo uma vantagem de pontuação sobre o nosso tradicional adversário. O associado esquece que é a política travada nos bastidores é que move o nosso Clube sempre em busca de um crescimento maior do que a gestão anterior, do que o plano de governo anteriormente traçado.

 

Importante que isso seja salientado principalmente para a grande leva de novos associados que estão ingressando através da categoria de sócio-torcedor, de jovens a partir dos 16 anos que já poderão exercer seus direitos muito em breve.

 

Para todos os descrentes na política clubistica, é bom frisar que todos os questionamentos que surgiram na internet a respeito da arena da OAS (repito, ela só será do GRÊMIO após 25 anos. E tem alguns que acham isso bom…) foram um dos gestos políticos dos mais importantes da história centenária do nosso Imortal Tricolor. E essa ação política se fez independente dos grupos políticos existentes no Clube. Infelizmente, alguns tentaram nos vender um pacote fechado, com minutas de contratos secretas, onde o grande ganho seria a Copa jogada na Arena e outros absurdos. Não fosse por essas atitudes políticas questionadoras observadas em vários blogs, bem como divulgação de cláusulas, até então desconhecidas, através de Blogs e sites como o da Associação dos Gremistas Patrimoniais, não saberíamos dos riscos que, infelizmente, estamos corrente pelos próximos 25 longos anos.

 

É muito comum o associado menos ligado as questões políticas fazer a confusão entre “política” e “politicagem”. E os movimentos políticos gremistas têm um papel importante em desmistificar essa imagem errônea que confunde a política com a politicagem, em que pese algum possa estar unicamente pensando na manutenção contínua de seus membros no conselho deliberativo do Grêmio, esquecendo que o objetivo maior de todos os movimentos é o contínuo engrandecimento do nosso Imortal Tricolor. Deturpar a política é ferir a existência da sociedade, pois nela temos a honestidade e a ética como princípios fundamentais. Vale-nos, portanto, distinguir que a politicagem é negócio, a política é serviço. Politicagem é sinônimo de privilégios, política é antônimo de regalias pessoais. Politicagem é falsear as promessas eleitorais, a política é batalhar pela participação de todos na vida do Clube, independente de sobrenomes, formações acadêmicas, condições econômicas e sociais. A política clubística faz do abnegado de hoje o dirigente de amanhã.

 

Por isso, associado gremista, não tenha preconceito com a política praticada no Grêmio. Pelo contrário, venha juntar-se a um dos tantos movimentos e grupos políticos constituídos e que trabalham unicamente pelo bem do Grêmio. Com certeza você encontrará em algum dos movimentos o perfil de participação que mais lhe agradará. Eu já fiz a minha escolha.

 

Saudações tricolores.

 

Eduardo Bernardon,

Sócio Patrimonial – Um dos milhares de DONOS do Grêmio.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: